Ahmadinejad diz que Irã não retrocederá em programa nuclear

O líder iraniano acusou a Aiea de 'perder seu prestígio' ao aceitar as pressões dos EUA e outros países ocidentais na redação do relatório sobre seu programa nuclear

Teerã – O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, afirmou nesta quarta-feira que seu país ‘não retrocederá nem um pingo’ em seu programa nuclear, em resposta ao relatório divulgado nesta terça-feira pela Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) que afirma que o Irã trabalhou nos últimos anos para desenvolver armas nucleares.

Segundo o site da rede de televisão oficial iraniana ‘IRIB’, em um discurso proferido na província de Chahar Mahaal e Bakhtiari, no sudoeste do Irã, Ahmadinejad acusou a Aiea de ‘perder seu prestígio’ ao aceitar as pressões dos Estados Unidos e outros países ocidentais na redação do relatório sobre seu programa nuclear.

O governante iraniano qualificou como ‘absurdas’ as acusações contidas no relatório, que atribuiu aos EUA, e pediu à Aiea que ‘abandone esse caminho’.

O presidente voltou a negar que o Irã esteja tentando construir armas nucleares e destacou, em referência aos Estados Unidos: ‘Nós somos inteligentes e não vamos construir duas bombas para enfrentar as 20 mil que os senhores têm’.

Em todo caso, Ahmadinejad apontou que o país continuará com seu programa nuclear, que as autoridades de Teerã insistem que tem exclusivamente fins pacíficos civis, e acrescentou que seu governo pretende construir um Irã ‘mais próspero e mais avançado para entregá-lo à próxima geração’.