96 russos deixarão EUA devido a expulsões, diz Rússia

A saída inclui os diplomatas expulsos e suas famílias, segundo a agência de notícias TASS

Moscou – O Ministério das Relações Exteriores da Rússia informou nesta sexta-feira que um total de 96 russos, incluindo diplomatas expulsos e suas famílias, deverão deixar os Estados Unidos devido às últimas sanções contra Moscou, segundo a agência de notícias TASS.

Washington anunciou que estava expulsando 35 suspostos espiões russos e impondo sanções às agências de inteligência que acredita estarem envolvidas em hackeamento durante as eleições presidenciais deste ano.