Tudo o que você precisa saber antes de o mercado abrir

Governo vai permitir que FGTS de contas inativas investido em ações da Vale e da Petrobras também possam ser resgatados

São Paulo – Leia as principais notícias desta quarta-feira (28) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

O FGTS inativo investido em ações da Vale e da Petrobras também poderá ser resgatado. A Caixa ainda não detalhou o montante que poderá ser retirado. A permissão será concedida a quem usou o FGTS para comprar ações por Fundos Mútuos de Privatização.

Temer deve vetar a proposta de socorro financeiro aos estados. A Câmara retirou a exigência de contrapartidas por parte dos governos estaduais, o que contraria os interesses do governo.

A Kroton propôs ao Cade a venda de uma das unidades de curso presencial, para concluir a compra da Estácio. A prioridade da empresa é vender as escolas de ensino à distância, mas já não descarta se desfazer de unidades presenciais em locais onde há concentração de mercado maior que 30%.

A Bolsa de Tóquio fechou quase estável, com baixo volume de negócios. O Nikkei teve leve queda de 0,01%, encerrando o pregão a 19.401,72 pontos.

Política e mundo

Aécio Neves depôs à PF em inquérito sobre a CPI dos Correios. O tucano é suspeito de maquiar dados em 2005 e esconder uma suposta relação entre o Banco Rural e o mensalão mineiro.

Rússia e Turquia anunciaram cessar-fogo na Síria. Se a trégua for mantida, líderes políticos vão iniciar reuniões no Cazaquistão para negociar um acordo de paz.

Enquanto você desligou…

O MP da Suíça detalhou como a Odebrecht operava suas propinas. Segundo o órgão, o esquema envolvia uma ampla rede de contas e recibos falsos espalhados por mais de dez países, como EUA, Portugal, Áustria e Irlanda.

A CVM deu 15 dias a Eike Batista para se defender no processo da OSX. Eike poderá responder aos depoimentos das testemunhas de acusação, no caso em que é suspeito de usar informações privilegiadas nas transações da OSX.

Ex-assessor de Dilma, Giles Azevedo não poderá integrar o conselho da Light. A determinação da CVM foi justificada com base na nova lei das estatais, que impede a indicação de pessoas que tenham participado de campanha eleitoral nos últimos 36 meses.

A Telefônica Brasil encerrou a disputa com uma executiva demitida da empresa. Segundo a dona da Vivo, os relatos sobre discrepâncias excessivas de preços na divisão de marketing foram baseados em “falsas informações”.

Agenda do dia

O Banco Central divulga hoje o fluxo cambial semanal. Nos EUA, estão previstas a divulgação de dados do mercado imobiliário e do estoque de petróleo.