Tudo o que você precisa saber antes de o mercado abrir

Governo Temer faz reunião de emergência contra a crise política e traça estratégia econômica para agradar empresários

São Paulo – Leia as principais notícias desta segunda-feira (12) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

A reprovação ao governo de Michel Temer disparou, de acordo com o Datafolha. A proporção dos brasileiros que consideram a sua gestão ruim ou péssima foi de 31% em julho para 51% em dezembro. O índice de bom caiu de 14% para 10% e o de regular foi de 42% para 34%.

Marina Silva é líder em todos os cenários eleitorais no 2º turno. Segundo o Datafolha, o ex-presidente Lula cresceu nas simulações de primeiro turno, mas perderia para a ex-senadora se a disputa fosse ao segundo turno. Michel Temer é lider em rejeição, com 45%, seguido pelo próprio Lula, com 44%.

Governo Temer quer antecipar novas medidas econômicas. Para encarar a crise política, a estratégia é acelerar a reforma trabalhista e apressar a definição de medidas com potencial para impactar no crescimento econômico, segundo o Valor.

A procura por planos de previdência privada tem aumentado e deve continuar crescendo. A proposta de reforma do governo Temer vai obrigar as pessoas a trabalhar mais e reduzir o valor dos benefícios pagos, o que deve provocar uma migração para os planos privados.

Furnas toma calote de R$ 270 milhões e abandona projetos. A estatal adiantou a quantia para compra de usinas de energia eólica que nunca foram entregues. Quatro projetos foram abandonados.

A defesa de Eike Batista vê chances de absolvição em processos na CVM. Segundo o Valor, os advogados argumentam que as operações, pelas quais o empresário é acusado de obter vantagens indevidas, foram legais.

A Bolsa de Tóquio fechou em alta de 0,84%, a 19.155,03 pontos, renovando o recorde do ano. O índice foi ajudado pelo forte avanço do petróleo e pela desvalorização do iene.

Política e mundo

Ex-diretor da Odebrecht afirma que Temer pediu R$ 10 milhões, segundo a VEJA. A informação estaria na delação do executivo Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, um dos 77 delatores da empreiteira na Operação Lava Jato. Em nota, o presidente Temer disse que as acusações são falsas.

Lula e filho são denunciados na Operação Zelotes. Segundo o MPF, eles teriam tido envolvimento em negociações irregulares que levaram à compra de 36 caças do modelo Gripen pelo governo brasileiro.

Enquanto você desligou…

PIB brasileiro vai crescer em 2017, diz secretário da Fazenda. Segundo Mansueto, se forem tomadas medidas corretas, haverá recuperação econômica no próximo ano, com dúvida apenas quanto à velocidade do processo.

ViaLagos assina aditivo com RJ que estenderá concessão em 10 anos. O aditivo tem como objetivo reequilibrar a equação econômico-financeira do Contrato de Concessão, em decorrência da inclusão de investimentos não previstos originalmente.

Bitcoin atinge máxima em quase 3 anos. A bitcoin alcançou 774 dólares na bolsa itBit, de Nova York,alta de quase 1 por cento e o maior patamar desde fevereiro de 2014.

Preços da gasolina e diesel sobem após reajuste da Petrobras. A gasolina vendida na bomba ficou quase 1% mais cara ante a semana anterior, ao preço médio nacional de 3,691 reais/litro, enquanto preço médio do diesel subiu 0,13%, para 2,983 reais/litro.

Twenty-First Century Fox faz oferta de US$14 bi pela Sky. A Fox já é a maior acionista da Sky, com uma participação de 39,1%, segundo dados da Thomson Reuters.

Agenda do dia

A semana começa com a divulgação do Boletim Bocus do Banco Central no Brasil e com o orçamento de novembro dos Estados Unidos.

Veja também