Tudo o que você precisa saber antes de o mercado abrir

PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSB vão ser contemplados com grande mudança nas vice-presidências do banco estatal

São Paulo – Leia as principais notícias desta quinta-feira (8) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

A Caixa vai anunciar hoje grandes mudanças na diretoria. Para agradar sete partidos da base aliada, governo Temer vai mexer nas 12 vice-presidências da estatal. As mudanças atendem a pedidos do PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSB.

Emílio Odebrecht vai cumprir 4 anos em prisão domiciliar na Lava Jato. Segundo o acordo fechado com a força-tarefa, os dois primeiros anos serão cumpridos em regime semiaberto e os outros dois em regime aberto.

João Doria apelou para contato pessoal com executivo da Oi para instalar telefone em sua casa de praia. Em 2012, o atual prefeito eleito de São Paulo enviou um e-mail ao diretor de operações da empresa para agilizar a instalação de linhas em seu condomínio em Trancoso, na Bahia.

Sem caixa, a Samarco tem dependido de acionistas. Há mais de um ano sem operar, a empresa não tem mais dinheiro em caixa, deixou de pagar o serviço da dívida e precisa renegociar os débitos com urgência.

O grupo Steinhoff negou que tenha interesse em comprar a Via Varejo. A especulação de que os sul-africanos comprariam a fatia da família Klein no grupo já fez com que as ações da Via Varejo subissem quase 25% em pouco menos de dois meses.

A cúpula da Câmara e do Senado articula uma PEC para blindar os presidentes das duas Casas. Eles querem a prerrogativa de não serem responsabilizados por fatos sem relação com o mandato. Segundo a Folha, a proposta deve ser apresentada no ano que vem.

A Bolsa de Tóquio fechou no maior nível do ano. O Nikkei subiu 1,45%, a 18.765,47 pontos, impulsionado pelos recordes nas bolsas americanas.

Política e mundo

Por 6 votos a 3, o STF decidiu manter Renan na presidência do Senado. Os ministros decidiram, porém, tirá-lo da linha de sucessão da presidência da República. Entenda melhor por que o STF preferiu deixar Renan na chefia do Senado.

Governo retira PMs e bombeiros da reforma da Previdência. No texto inicial, a proposta extinguia aposentadorias especiais para policiais militares e bombeiros, que hoje têm direito à aposentadoria após 30 anos de contribuição para homens e 25 anos para mulheres, sem idade mínima.

Comissão aprova fim do efeito cascata em salários da magistratura. A previsão é que o relatório da comissão seja votado pelo plenário da Casa antes do recesso parlamentar, que começa na próxima terça-feira (13).

Parlamento britânico se compromete a respeitar prazos do Brexit. O governo apresentou uma emenda exigindo que o Parlamento não atrase a ativação, prevista para março de 2017, do Artigo 50 do Tratado europeu de Lisboa.

Enquanto você desligou…

TCU freia novos desinvestimentos da Petrobras. A estatal está liberada para concluir aqueles desinvestimentos que estão em fase final. Até o momento, a companhia fechou acordos no período de aproximadamente 11 bilhões de dólares.

Investigação do Cade abrange 10 bancos com sede no Brasil. O Conselho Administrativo de Defesa Econômica instaurou um novo processo para investigar cartel no mercado de câmbio brasileiro, envolvendo o Real.

Taxa de ocupação da Latam sobe em novembro para 84,3%. O número de passageiros transportados pela Latam ficou em 5,563 milhões em novembro, queda de 0,6% em relação a novembro de 2015.

Walmart investirá US$ 1,3 bilhão no México. Grande parte desse investimento contemplará a construção de novos centros de distribuição, assim como ampliará o centros já existentes. Segundo o diretor-geral da Walmart México e América Central, isso vai gerar mais de dez mil novos empregos diretos.

Teto do INSS não valerá para maioria de servidores na ativa. A aposentadoria limitada ao teto do INSS, hoje em R$ 5.189,82, só será obrigatória para os servidores federais que entraram no serviço público após a criação do Funpresp, em 2013.

Construção civil só terá inflexão em 2018 no Brasil, diz Moody’s. Em relatório, avalia que o setor está enfraquecido no Brasil, mas propício a investimentos em outros países da América Latina.

Agenda do dia

Nesta quinta-feira, a FGV divulga o IPC-S e o IBGE mostra os resultados da produção agrícola de novembro. O Banco Central Europeu se reúne para decidir sobre a taxa de juros. Também saem dados de novos pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos e a China divulga sua inflação ao consumidor e no atacado de novembro.