Tudo o que você precisa saber antes de o mercado abrir

Ele perdeu a batalha, mas não a guerra: Eike Batista quer voltar aos negócios

São Paulo – Leia as principais notícias desta segunda-feira (5) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Eike Batista quer voltar aos negócios. Depois de ser considerado um dos homens mais ricos do país e ver seu império desmoronar, o empresário luta para tirar novos projetos do papel, que vão de pasta de dente a projeto logístico no Chile.

Italianos votaram “não” em referendo sobre reforma constitucional. O premiê do país já anunciou que vai renunciar após o resultado. O pacote, aprovado pelo Parlamento, seria a mais importante reforma constitucional no país desde a Segunda Guerra.

A Bolsa de Tóquio caiu quase 1% após a vitória do “não” no referendo da Itália. O Nikkei fechou em baixa de 0,82%, encerrando o dia a 18.274,99 pontos. A Bolsa da Itália, por sua vez, operava em alta de 0,17%. A Bolsa de Londres subia 0,8%; a de Frankfurt, 1,55%; a de Paris tinha alta de 1,2%, e a de Madri, de 0,93%.

Os gastos do governo devem disparar no final deste ano. Em meio à recessão, a equipe econômica vai aproveitar a receita extraordinária gerada pela repatriação para abater os restos a pagar de outros anos.

O governo calcula que a reforma da Previdência pode gerar economia de R$ 678 bilhões. A Folha teve acesso aos cálculos, com o valor projetado para dez anos. A ideia de Temer é enviar a proposta ao Legislativo amanhã.

Para o presidente do IBGE, risco de estagnação é “visível a olho nu”. Em entrevista à Folha, ele afirmou que, mesmo que o país cresça, em 2017, o estrago em termos de emprego e renda ainda não vai começar a ser solucionado.

Política e mundo

Milhares foram às ruas no primeiro grande protesto da “era Temer”. Depois de uma manobra da Câmara para mudar o projeto anticorrupção, manifestantes voltaram a protestar de verde e amarelo em todo o país.

Projetos em tramitação no Congresso podem diminuir poder de investigação da Receita. Integrantes apontam uma operação articulada para enfraquecer a Lava Jato na esfera fiscal (já que as investigações são levadas a cabo pela Polícia Federal, Ministério Público e pela própria Receita, em conjunto).

Morte de Fidel destaca lacuna entre gerações em Cuba. A morte de Fidel Castro ressaltou a diferença geracional entre cubanos mais velhos que se lembram da pobreza cruel antes da revolução de 1959 e jovens que apreciam a saúde e a educação gratuitas, mas temem estar ficando para trás no século 21.

Enquanto você desligou…

Conselho da BRF aprova novo centro de distribuição no Paraná. Além do novo centro de distribuição, o conselho aprovou a venda de galpão em Fortaleza por 15 milhões de reais.

Devolução reduzirá capacidade de empréstimo do BNDES, diz Fitch. A agência diz que, excluindo-se capital híbrido, os Fundos do Tesouro totalizaram 61% do financiamento do BNDES.

Acordo de leniência da Odebrecht atenua desafios, diz Fitch. Segundo a agência, o acordo de leniência é favorável para a Odebrecht no curto prazo, com a companhia podendo ser contratada pelo poder público.

McDonald’s pode receber multa de até R$ 103 milhões. O principal dos problemas encontrados pelos procuradores foi o descumprimento da exigência de concessão de intervalo de uma hora de descanso.

Agenda do dia

Hoje o Banco Central divulga novo Boletim Focus e sai o PMI Composto. O mesmo índice do Markit também será divulgado para os Estados Unidos, a Zona do Euro, a Alemanha e o Reino Unido de novembro.