Alta de tributos e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir

As frustrações de receitas reaqueceram as conversas sobre a possibilidade de alta de alta de tributos

São Paulo – Leia as principais notícias desta quarta-feira (19) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Alta de tributos pode acontecer em breve. Valor Econômico diz que fontes da área econômica informam que as discussões sobre a conveniência e o momento de subir impostos, como a Cide ou o PIS/Cofins sobre combustíveis, a fim de melhorar a situação fiscal, se se aceleraram nos últimos dias.

Temer e Maia disputam apoio no PSB. Presidente tenta convencer dissidentes no partido para conter denúncia no Plenário, publica O Estado de São Paulo. O parlamentar recebeu o presidente em sua casa para evitar polêmica entre os dois e seus partidos.

Petrobras questiona advogados da J&F por “conflito de interesse”. De acordo com a Folha de S. Paulo, a holding brasileira estaria sondando escritórios de advocacia para fazer as investigações internas independentes em empresas do grupo.

Relator do Refis é sócio de empresas devedoras. Cardoso Jr. alterou texto enviado pelo governo para incluir vantagens aos devedores; como a inclusão de um perdão de até 99% das multas e dos juros das dívidas com a União, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

Carrefour define preço de ação e prepara IPO de cerca de R$ 5 bilhões. A abertura de capital do Carrefour chama a atenção por acontecer em meio a um cenário político conturbado e ainda assim ter apetite de investidores.

Kroton antecipa plano de expansão. Após decisão do Cade de negar autorização para a fusão com a Estácio, o grupo educacional Kroton mudou sua estratégia de crescimento, afirma o Valor Econômico.

Política e mundo

Temer aposta em mudanças tributárias para dar sinal positivo. O governo insiste que não desistiu da Previdência, mas admite que precisa esperar – uma forte mudança de discurso do Planalto sobre a urgência da reforma.

Justiça desbloqueia bens de Joesley Batista. O juiz federal Tiago Bitencourt De David extinguiu a ação popular proposta por dois cidadãos contra um dos donos da JBS.

Tentativa de republicanos de acabar com Obamacare fracassa. A desordem no Senado chacoalhou mercados financeiros, à medida que colocou dúvidas nas chances de aprovação de outras políticas de Trump.

Trump e Putin tiveram reunião não divulgada no G20. A autoridade da Casa Branca que divulgou a informação não disse quanto tempo durou a segunda reunião ou o que foi discutido.

Enquanto você desligou…

Claro tem prejuízo de R$ 473,2 milhões no 2º trimestre. O resultado represente uma piora de 43% em relação às perdas de R$ 231,6 milhões apuradas no mesmo período do ano passado. Já a controladora da operadora, a América Móvil, teve lucro 14,3 bilhões de pesos mexicanos no 2º trimestre.

Gafisa tem queda de 1,8% nas vendas líquidas no 2º trimestre. A retração nas vendas líquidas é resultado da queda 8,1% nas vendas brutas, compensadas parcialmente por uma baixa de 14,2% nos distratos.

Petrobras inicia tratativas de revisão acordo da Braskem. Segundo a companhia, a revisão do acordo busca aprimorar a governança corporativa da Braskem e o relacionamento societário entre as partes.

Juiz desobriga BHP e Vale de pagarem R$ 20 bi em garantias. O juiz também decidiu que os indivíduos não são obrigados a pagar quaisquer garantias financeiras ou serem sujeitos a restrições de viagem.

Agenda do dia

Nesta quarta-feira, sai o fluxo cambial estrangeiro. Nos Estados Unidos, sai o resultado dos estoques de petróleo da semana e também as licenças de construção de junho.