Taxas dos bônus italianos a 10 anos superam novamente os 6%

A alta aconteceu depois que a agência Moody's rebaixou a nota do país

Paris – As taxas de juros dos bônus italianos a 10 anos voltaram a superar nesta sexta-feira a marca dos 6%, depois que a agência de classificação Moody’s rebaixou a nota do país temendo que a terceira economia da Eurozona se contagie com a crise da dívida soberana.

Às 10h00 locais, o rendimento dos bônus italianos a 10 anos no mercado secundário era de 6,013%, contra os 5,89% de quinta-feira.

“A Itália se expõe ao risco de uma alta brutal de seus custos de financiamento ou de não ter acesso aos mercados financeiros (…) devido à confiança cada vez mais frágil dos mercados e pelo risco de contágio proveniente de Grécia e Espanha”, afirmou a Moody’s em um comunicado.

A agência rebaixou em dois graus a nota italiana, de A3 a Baa2, e manteve a perspectiva negativa.

A Itália prevê nesta sexta-feira uma emissão de obrigações a médio e longo prazo com o objetivo de captar cerca de 5,25 bilhões de euros.