Só duas estatais valorizaram-se na Bolsa no governo Dilma

Sanepar e Sabesp foram as únicas que ganharam valor de mercado durante o período