Sem oferta de compra, ações do Twitter desabam 13%

Salesforce.com, Google e Walt Disney vinham trabalhando com bancos sobre uma potencialaquisição do Twitter, mas é improvável que uma oferta seja anunciada

As ações do Twitter despencavam quase 13 por cento nesta segunda-feira, depois que a agência Bloomberg publicou no final de semana que a companhia de mídia social provavelmente não receberá qualquer oferta de compra.

Salesforce.com, Google e Walt Disney vinham trabalhando com bancos sobre uma potencialaquisição do Twitter, mas é improvável que uma oferta seja anunciada, publicou a Bloomberg no sábado, citando fontes.

O Twitter planejava uma reunião de conselho de administração com assessores externos na sexta-feira para discutir uma venda, mas o encontro foi cancelado, publicou a Bloomberg.

Nos dois últimos dias da semana passada, as ações do Twitter caíram cerca de 20 por cento,depois que o site de notícias de tecnologia Recode publicou que Google, Disney e Apple não estavam interessadas em comprar a companhia, que se colocou à venda em setembro.

O presidente-executivo da Salesforce, Mark Benioff, tinha publicamente expressado interesse no Twitter anteriormente, mas não chegou a dizer se a empresa de software corporativo faria uma oferta.

O Twitter, que enfrenta uma base estagnada de usuários e prejuízos contínuos, vinha afirmando que tinha interesse em concluir uma venda da empresa até a divulgação dos resultados de terceiro trimestre, em 27 de outubro, publicou a Reuters na quarta-feira passada.

Muitos investidores e analistas acreditam que o Twitter não tem um plano alternativo claro se uma venda de empresa fracassar.