Dólar R$ 3,15 -1,03%
Euro R$ 3,70 0,06%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 1,09% 68.715 pts
Pontos 68.715
Variação 1,09%
Maior Alta 4,27% BBSE3
Maior Baixa -2,04% JBSS3
Última atualização 18/08/2017 - 17:20 FONTE

S&P rebaixa o rating da Venezuela e cita a saúde de Hugo Chávez

Agência acredita que o estado do presidente adiciona incertezas políticas ao país

São Paulo – A Standard and Poor’s rebaixou nesta sexta-feira o rating de moeda estrangeira e local de longo prazo da Venezuela de BB- para B+. Segundo a agência de classificação de risco, a revisão reflete a nova metodologia para a análise das notas de crédito soberanas e que dá um peso maior para o peso político. A perspectiva da nota é estável.

“Em nossa opinião, as mudanças arbitrárias de leis, preços e controles de capitais, além de outras medidas econômicas imprevisíveis e distorcidas minaram os investimentos do setor privado e afetaram a produtividade – enfraquecendo a economia da Venezuela. Além disso, os desenvolvimentos recentes sobre a saúde do presidente Hugo Chávez podem adicionar incertezas políticas”, explica o analista Roberto Sifon Arevalo, que assina o documento.

Chávez, disse na terça-feira que enfrenta um “duro” tratamento contra o câncer, com sessões de quimioterapia que o “debilitam”, mas garantiu que não tem “metástase”. Na quarta-feira, o líder venezuelano anunciou a nacionalização das jazidas de ouro do país com uma lei que está preparando, e que utilizará o mineral para sua conversão em reservas internacionais.

Segundo o analista, as vastas reservas de petróleo e gás do país, que são os pontos positivos na performance fiscal externa, de alguma forma compensam a incerteza política. “A Venezuela frequentemente apresenta superávits na conta corrente e – com as saídas contidas por controles de capitais – tem uma posição positiva de ativos externos”, diz.