S&P afirma ratings do Itaú Unibanco com perspectiva negativa

Classificação "é apoiada por uma fatia sólida do mercado, reflexo da estabilidade sadia de negócios e lucratividade, apesar da economia do Brasil", diz agência

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) afirmou o rating BB do Itaú Unibanco em escala global, bem como o rating brAA-, em escala nacional, com perspectiva negativa.

Em relatório divulgado nesta tarde, a agência diz que a classificação do banco “é apoiada por uma fatia sólida do mercado, que é um reflexo de sua estabilidade sadia de negócios e lucratividade, apesar da fraca economia do Brasil”.

Com relação à perspectiva negativa, a agência disse que é um reflexo da perspectiva do rating soberano brasileiro. “O rating do Brasil limita a classificação do Itaú, dada sua exposição relevante ao risco soberano. Portanto, esperados que os ratings do banco se movimentem em conjunto com os ratings soberanos”, disse Jose Perez-Gorozpe, analista de crédito da S&P. (Matheus Maderal – matheus.maderal@estadao.com)