Dólar R$ 3,15 -0,84%
Euro R$ 3,71 0,09%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa -0,13% 68.503 pts
Pontos 68.503
Variação -0,13%
Maior Alta 3,51% SUZB5
Maior Baixa -2,21% UGPA3
Última atualização 17/08/2017 - 12:09 FONTE

Recuperação impulsiona lucros das maiores empresas nacionais

A previsão é de que as 63 companhias que fazem parte do Ibovespa registrem um lucro líquido conjunto de R$ 37,8 bilhões

São Paulo – As maiores companhias do Brasil devem quase dobrar o lucro no terceiro trimestre, após o Banco Central cortar a taxa básica de juros e os estímulos do governo impulsionarem a recuperação econômica.

A previsão é de que as 63 companhias que fazem parte do Ibovespa registrem um lucro líquido conjunto de R$ 37,8 bilhões, segundo estimativas de analistas compiladas pela Bloomberg. Isso representaria um aumento de 79 por cento sobre o segundo trimestre, quando a maioria das companhias do índice não atingiu as estimativas. A Localiza Rent a Car SA dará o pontapé inicial na temporada de resultados em 15 de outubro, com expectativa de que o lucro aumente sete vezes, para R$ 77,5 milhões, mediana de cinco estimativas presentes no levantamento da Bloomberg.

Companhias focadas no mercado doméstico, incluindo a produtora de bens de consumo Hypermarcas SA e a Brasil Foods SA, estão se beneficiando dos cortes nos juros e da desoneração das folhas de pagamento e bens de consumo promovidos pelo governo de Dilma Rousseff. A taxa de desemprego caiu inesperadamente em agosto, enquanto o índice de atividade do Banco Central, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto, aumentou mais do que o esperado em julho.

“A economia está no meio de um processo de recuperação e os balanços do terceiro trimestre devem ser melhores do que os do segundo, com certeza”, disse Hamilton Moreira, estrategista do Banco do Brasil SA, em entrevista por telefone de São Paulo. “Isso é particularmente verdade para empresas mais ligadas à demanda doméstica, como varejistas e construtoras.”