Dólar R$ 3,15 -0,84%
Euro R$ 3,71 0,16%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 0,35% 68.594 pts
Pontos 68.594
Variação 0,35%
Maior Alta 5,14% FIBR3
Maior Baixa -2,23% MRVE3
Última atualização 16/08/2017 - 17:20 FONTE

Produção industrial e reação da Petrobras animam Bovespa

Contribui também para o movimento o desempenho dos serviços, cujo PMI medido pelo HSBC subiu em novembro

São Paulo – A Bolsa de Valores de São Paulo abriu a sessão em alta, aproveitando-se do bom resultado da produção industrial de outubro (+0,6%). Contribui também para o movimento o desempenho dos serviços, cujo PMI medido pelo HSBC subiu em novembro, para 52,3, de 52,1 em outubro.

Por volta das 10h25, o Ibovespa avançava 0,22%, aos 50.461 pontos. Petrobras tinha valorização de 0,46% e 0,24% nas ações PN e ON, respectivamente, após a empresa dar mais detalhes sobre a metodologia para o reajuste dos combustíveis, dizendo se tratar de uma “banda” de valores, com poderes conferidos à diretoria para arbitrar os preços. Vale também subia cerca de 1%, assim como Itaú Unibanco.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse há pouco que o cancelamento do empréstimo da Caixa para a Eletrobrás não vai causar nenhum prejuízo à empresa. Informações ontem davam conta que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, teria mandado paralisar a operação em função da repercussão negativa do caso. Especula-se que a transação seja uma nova manobra contábil para inflar o superávit primário.

Mas o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmerman, afirmou ter esperanças de que o empréstimos saia em 2014. Lobão disse ainda que novos aportes do Tesouro à Conta Desenvolvimento Energético (CDE) estão sendo examinados e serão feitos se for necessário.

A Triunfo Participações e Investimentos venceu na manhã de hoje o leilão para a concessão das BRs-060/153/262 (DF/GO/MG), ao oferecer uma tarifa de pedágio de R$ 2,851 por 100 quilômetros de rodovia, o que corresponde a um deságio de 52% ante o valor máximo permitido, de R$ 5,94. As ações da Triunfo operavam com perdas de 0,60%, cotadas a R$ 9,94, logo após a empresa ter vencido a disputa.

As ações da Anhanguera e da Kroton abriram com forte queda, reagindo à divulgação de parecer da Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que recomendou ao Tribunal do órgão a impugnação da associação entre as duas empresas. As ações da Anhanguera recuaram 6,85% após a abertura e entraram em leilão, passando a liderar as maiores baixas do Ibovespa. Já Kroton cedeu 4,36% na abertura, mas já reduziu um pouco o ritmo, operando há instantes, com perdas de 1,57%.