Petróleo sobe com expectativa de estímulos da China

O contrato do petróleo Brent avança 0,93%, para US$ 102,01 por barril. O contrato do petróleo WTI sobe 0,98%, para US$ 86,92 por barril

Londres – Os contratos futuros do petróleo operam em alta nesta sexta-feira, com os últimos dados de crescimento da economia chinesa alimentando esperanças de que Pequim lançará novas medidas de estímulo.

Às 8h35 (de Brasília), o contrato do petróleo Brent avançava 0,93%, para US$ 102,01 por barril. O contrato do petróleo WTI subia 0,98%, para US$ 86,92 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex).

O produto interno bruto da China cresceu 7,6% no segundo trimestre, em linha com as expectativas de mercado e no ritmo mais lento desde o primeiro trimestre de 2009, de acordo com números divulgados ontem à noite. Uma desaceleração na China pode comprometer a demanda do país por petróleo.

Segundo Simon Wardell, analista de petróleo da IHS Global Insight, os dados do PIB chinês “podem aumentar a especulação de que (a China) considerará fazer mais” para incentivar sua economia. “Temos visto nas últimas semanas que indicadores econômicos fracos pressionam os preços para baixo, mas aí você tem uma recuperação bizarra, porque as pessoas acham que haverá (relaxamento quantitativo) ou mais estímulos,” disse.

Para Tamas Varga, analista da PVM, a sustentação do mercado vem da oferta relativamente restrita de petróleo do Mar do Norte. Além disso, os EUA impuseram ontem novas sanções ao Irã, grande produtor de petróleo, em outra tentativa de pressionar Teerã a interromper seu programa nuclear.

Varga disse ainda que os preços chegaram a níveis críticos de resistência, o que significa que, se fecharem hoje com forte alta, os mercados provavelmente iniciarão a próxima semana bem sustentados. As informações são da Dow Jones.