Dólar R$ 3,18 0,40%
Euro R$ 3,73 0,25%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 2,01% 70.011 pts
Pontos 70.011
Variação 2,01%
Maior Alta 8,58% CMIG4
Maior Baixa -1,11% MRFG3
Última atualização 22/08/2017 - 17:20 FONTE

Petróleo sobe a US$ 96,89 com sinais de forte demanda

Nova York – Os preços dos contratos futuros do petróleo fecharam em alta, impulsionados por dados que mostraram um aumento nas encomendas à indústria dos EUA e por indícios de forte demanda pelos barris da commodity num leilão de barris da reserva estratégica norte-americana promovido pelo governo do país.

O preço do contrato do petróleo para agosto negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) subiu US$ 1,95, ou 2,05%, para US$ 96,89 por barril. Na plataforma ICE, o contrato do petróleo tipo Brent para agosto fechou em alta de US$ 2,22, ou 1,99%, para US$ 113,61 por barril.

As encomendas à indústria dos EUA subiram 0,8% em maio na comparação com abril, em um sinal de que o setor de manufatura está crescendo, mas o aumento ficou abaixo da alta de 1,0% esperada por economistas. Ainda assim, o indicador serviu como mais um sinal de recuperação da indústria norte-americana, grande consumidora de combustíveis.

“Estamos num novo trimestre, as expectativas são de aumento na demanda”, disse o analista de petróleo Phil Flynn, da PFGBest. “No momento, aqueles que apostam na alta estão um pouco mais fortes. Vamos precisar de mais dados para sustentar isso”, acrescentou.

Na semana passada, os preços dos contratos futuros do petróleo subiram mais de 4% e, com o ganho de hoje, devolveram a queda registrada após a Agência Internacional de Energia (AIE) anunciar a venda de 60 milhões de barris da commodity e derivados das reservas estratégicas mundiais. Os EUA já abriram um leilão para vender 30 milhões de barris de petróleo dessas reservas e, segundo o Departamento de Energia do país, houve um interesse “muito alto” por parte dos compradores. As informações são da Dow Jones.