Dólar R$ 3,18 1,02%
Euro R$ 3,72 0,04%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa -0,90% 67.977 pts
Pontos 67.977
Variação -0,90%
Maior Alta 3,08% ESTC3
Maior Baixa -4,14% JBSS3
Última atualização 17/08/2017 - 17:20 FONTE

Petróleo opera em baixa, à espera de relatórios do DoE

Às 8h (de Brasília), o Brent para novembro caía 0,27%, a US$ 48,10 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres

Londres – Os futuros de petróleo operam em baixa moderada, depois de oscilarem mais cedo na sessão, enquanto os investidores aguardam novos dados sobre os estoques e produção dos EUA.

“Os negócios continuam de lado e sem objetivo nos mercados de petróleo,” comentaram analistas do Commerzbank, em nota a clientes.

Às 11h30 (de Brasília), o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano vai divulgar sua pesquisa sobre o volume de petróleo estocado nos EUA. Analistas estimam que houve alta de 300 mil barris nos estoques na semana passada.

Ontem, a sondagem do American Petroleum Institute (API, uma associação de refinarias) indicou aumento de 4,6 milhões de barris nos estoques de petróleo bruto dos EUA no período.

O DoE também publica hoje seu relatório mensal sobre oferta, que poderá trazer sinais de como a redução verificada no número de plataformas nos EUA está afetando a produção de petróleo no país.

Segundo o DoE, a produção norte-americana atingiu um pico em muitas décadas em abril, de 9,6 milhões de barris por dia, mas vem perdendo força e agora se encontra abaixo de 9,2 milhões de barris por dia.

Por outro lado, outros grandes fornecedores, como integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e a Rússia, vêm mantendo a produção elevada para garantir sua participação de mercado.

Às 8h (de Brasília), o Brent para novembro caía 0,27%, a US$ 48,10 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto na Nymex, o petróleo para o mesmo mês tinha queda de 0,31%, a US$ 45,09 por barril.