Petroleira fundada por Eike dispara após acordo com credores

Pelos termos do acordo, dívidas serão convertidas em ações da companhia; após o processo, OGPar pretende aprovar grupamento de papéis

São Paulo — Um acordo com credores fez com que as ações da OGPar (ex-OGX de Eike Batista) disparassem nesta quarta-feira (11) na Bolsa. Durante a manhã, os papéis chegaram a subir 18% e eram negociados a 5,30 reais cada um, na máxima.

Na noite de ontem, a OGPar e a OGX Petróleo e Gás informaram ao mercado que chegaram a um acordo com três grupos de credores para converter 2,5 bilhões de reais de dívidas em ações da OGX.

Ao final do processo, a empresa também pretende aprovar um grupamento de ações para que o preço de cada papel fique entre 10 e 20 reais.

O acordo foi fechado com a OSX Brasil, a OSX-3 Leasing BV, a Nordic Trustee, que é agente fiduciário de títulos emitidos no exterior pela OSX-3, detentores de debêntures da 3ª emissão da OGX, com garantia e conversíveis em ações, além de credores de uma operação de pré-pagamento de exportação feita em junho de 2014.