Pão de Açúcar desaba na Bolsa e queda chega a 43% no ano

O Grupo Pão de Açúcar teve receita líquida de 16,1 bilhões de reais no período, um aumento de 2,7%

São Paulo – As ações do Pão de Açúcar registravam perdas de mais de 6% na manhã desta terça-feira. No ano, as ações do Pão de Açúcar acumulam queda de mais de 43%.

A companhia divulgou hoje, antes da abertura de mercado, seus dados sobre as vendas do terceiro trimestre deste ano.

Segundo comunicado, o Grupo Pão de Açúcar teve receita líquida de 16,1 bilhões de reais no período, um aumento de 2,7% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A receita do segmento alimentar subiu 7,3%, chegando em 8,85 bilhões de reais. O bom desempenho se deve a alta de 22,3% no faturamento da rede Assaí e de 2,1% no Multivarejo, que inclui as bandeiras Pão de Açúcar e Extra.

Em contrapartida, o resultado operacional foi negativamente afetado pelo desempenho da Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio, cujo faturamento caiu 22,7% no terceiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano passado. No total, o resultado foi de 4,1 bilhões de reais.

Já a Cnova, que reúne ativos de comércio eletrônico do francês Casino e também do Pão de Açúcar, teve avanço de 48,6% de sua receita líquida, para 3,13 bilhões de reais.

Em nota, o Grupo Pão de Açúcar afirmou que o atual ambiente macroeconômico tem se tornado mais desfavorável ao consumo ao longo do ano. Disse ainda que “enquanto o segmento alimentar demonstra maior resiliência, o segmento de não alimentos (Via Varejo e Cnova) está sendo mais impactado”, completou.