Oi empolga investidores e alta na semana passa dos 50%

Na véspera, a Oi, dona da parte operacional da Portugal Telecom (PT-SGPS), anunciou a venda do negócio da empresa portuguesa à francesa Altice

São Paulo – Depois ficarem em leilão por meia hora, as ações da Oi registravam valorização de 16% e lideravam os ganhos entre os papéis que compõem o Ibovespa.

Na véspera, a operadora brasileira, dona da parte operacional da Portugal Telecom (PT-SGPS), anunciou a venda do negócio da empresa portuguesa à francesa Altice, após assembleia de acionistas realizada em Lisboa. O valor do negócio é de 7,4 bilhões de euros.

Em comunicado, a Oi afirmou que, com a venda, a PT Portugal fica mais forte para atuar em Portugal e a Oi fica mais forte para operar no Brasil, com redução das respectivas alavancagens.

Com toda a expectativa em torno da aprovação, as ações da Oi acumulam ganhos de 55% na semana.

De olho na TIM

A aprovação da venda dos ativos portugueses da Oi ao grupo francês Altice abre caminho para a realização de uma oferta pela TIM Participações no curto prazo, disse à Reuters uma fonte com conhecimento direto do assunto.

Segundo a fonte, a melhora na situação financeira da Oi após a venda permitirá que o BTG Pactual, banco contratado no ano passado pela Oi como comissário mercantil, avance em uma oferta pela TIM em conjunto com Claro e Telefônica Vivo. 

“Com a venda da PT, a Oi poderá reduzir seu endividamento e ganhar maior musculatura para participar de uma eventual consolidação do setor de telecomunicação no Brasil. Entre as possibilidades que estão colocadas sobre a mesa, há a possibilidade de fatiamento da Tim Brasil entre Oi, Telefônica e Claro; fusão entre Oi e Tim; e, ainda que distante, a possibilidade de compra da Oi pela Tim”, lembra Marcelo Alves Varejão, analista da Socopa Corretora.

Mesmo com a forte alta desta semana, as ações da Oi ainda amargam uma desvalorização de 82% em 12 meses.