NY abre em alta, após encontro de Merkel e Sarkozy

Nova York – As bolsas mostram cautela nesta manhã em Nova York, mas apontam para o território positivo no início do pregão. Às 12h34, o Dow Jones subia 0,14%, o S&P 500 tinha alta de 0,10% e o Nasdaq avançava 0,28%. O investidor digere o que foi dito pela manhã pelo presidente da França, Nicolas Sarkozy, e pela chanceler alemã, Angela Merkel, após encontro em Berlim. Ambos tentaram se mostrar otimistas quanto ao salvamento da zona do euro. Há também expectativa com o início da temporada de balanços do quarto trimestre nos Estados Unidos, cuja largada será dada após o fechamento do mercado pela Alcoa.

Merkel disse hoje que está otimista de que a Europa poderá assinar seu pacto fiscal no fim deste mês. Segundo ela, a intenção é que nenhum país precise deixar a zona euro. Ela ressaltou que, ao mesmo tempo em que deve adotar medidas de austeridade fiscal, a região precisa agir para estimular o crescimento.

Também na Europa, mas fora da zona do euro, o presidente do Banco Nacional da Suíça, Philipp Hildebrand, anunciou esta manhã sua renúncia, que chega em meio a ruídos relacionados a ações do BC no ano passado para enfraquecer o franco suíço. Havia rumores de que ele teria se beneficiado pessoalmente da introdução de um piso para o franco suíço ante o euro, mas em dezembro o conselho de supervisão do BC suíço disse que as alegações eram infundadas.