Isoladas

São Paulo - As 16 maiores estatais de capital aberto perderam 411 bilhões de reais em valor de mercado desde o primeiro mandato do governo Dilma (2011). Entre essas companhias, apenas duas estão com saldo positivo no período.

A duas companhias de saneamento, Sabesp e Sanepar, tiveram valorização de mais de 40% em seus papéis entre 2011 e janeiro 2016.

No caso da Sanepar, que atende o Paraná, a alta nos papéis pode ser explicada, segundo analistas, pelos recorrentes reajustes nas tarifas de água e pela manutenção de seus reservatórios sempre cheios.

Já no caso da Sabesp, passado o período de seca, o volume dos reservatórios voltou a subir e o risco de um racionamento mais dramático ficou para trás. 

As ações dessas companhias também têm fama de boas pagadoras de dividendos. A Sabesp já foi acusada, inclusive, de ser generosa demais com acionistas

Navegue pelas fotos a seguir e confira o desempenho de cada estatal no período. As informações fazem parte de um levantamento feito pela consultoria Economatica

Tópicos: Bancos, Banco Amazônia, Empresas, Banco do Brasil, Empresas brasileiras, Empresas abertas, Banrisul, Estatais brasileiras, CEB, Setor de educação, Energia elétrica, Empresas estatais, CEEE, Celesc, Serviços, Cemig, CESP, Copasa, Água, gás e saneamento, Copel, Eletrobras, Holdings, Petrobras, Capitalização da Petrobras, Petróleo, gás e combustíveis, Indústria do petróleo, Sabesp, Sanepar, Telebras, Telecomunicações, Tecnologia da informação