Londres - Os contratos futuros de petróleo operam em queda nesta sexta-feira, 01, com cautela dos investidores antes da divulgação de uma série de indicadores importantes na semana que vem.

Segundo Ole Hansen, do Saxo Bank em Copenhagen, a próxima semana será bastante agitada. O conselho do Banco Central Europeu deve se reunir em Frankfurt na quinta-feira, 07, e o relatório de emprego dos EUA será publicado na sexta-feira, 08.

Além disso, o mercado ainda está tentando "adivinhar o comportamento do Fed", no que se refere aos planos do banco central dos EUA em continuar ou reduzir seu programa de estímulo, acrescentou Hansen.

Mais cedo, dados sobre a atividade industrial da China ajudaram a sustentar o mercado brevemente. O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial oficial da China subiu para 51,4 em outubro, de 51,1 em setembro, e o índice PMI medido pelo HSBC e pela Markit - que dá mais peso a pequenas empresas - avançou para 50,9, de 50,2. Números acima de 50 indicam expansão da atividade.

"Isso é encorajador, pois sugere que o principal motor de crescimento econômico e de demanda de petróleo do mundo pode estar finalmente começando a se recuperar e ter uma expansão a um ritmo mais acelerado do que no ano passado", afirmou Dominick Chirichella, da Energy Market Analysis.

Às 10h20 (de Brasília), o contrato para dezembro na Nymex caia 0,72%, a US$ 95,68 por barril. Já na plataforma eletrônica ICE, o brent com vencimento para o mesmo mês tinha perda de 1,17%, a US$ 107,57 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tópicos: Ações, Bolsas de valores, Bolsas, Energia, Petróleo