RIO DE JANEIRO - A CSN foi informada em janeiro pela NYSE que a cotação de seus American Depositary Shares (ADSs) caiu abaixo das normas de listagem da bolsa de Nova York, informou a companhia nesta segunda-feira.

A norma da NYSE exige uma média de fechamento mínima de 1 dólar por ADS durante 30 dias consecutivos de negociação.

A regra prevê, ainda, que os papéis da companhia necessitam estar em conformidade com a cotação mínima em até seis meses a partir da data da notificação da bolsa norte-americana.

Durante o período transitório, as ADSs da companhia continuarão listadas e negociadas na NYSE, segundo a CSN.

"A companhia pretende tomar as medidas necessárias para cumprir com essa exigência e está considerando as alternativas disponíveis", disse a CSN em comunicado.

Tópicos: Ações, Bolsas de valores, Bolsas, CSN, Siderúrgicas, Empresas, Siderurgia, Siderurgia e metalurgia, Empresas brasileiras, Empresas abertas