Fáceis e funcionais

São Paulo - As combinações de letras e números que dão nome aos papéis na Bolsa geralmente têm pouca relevância na hora de os investidores escolherem ações para investir. Em alguns casos, porém, não há como tais códigos passarem desapercebidos. 

São aqueles que têm boa fluência cognitiva, ou seja, quando o conjunto de letras que representa o ativo forma uma sigla ou palavra que remeta imediatamente ao negócio da empresa. 

O código da ação da produtora de eventos Time for Fun, por exemplo, é SHOW3. A empresa é conhecida por organizar shows de grandes bandas internacionais e nacionais no Brasil.

Além de divertido, o código com boa fluência cognitiva faz com que o investidor identifique com facilidade a ação da companhia, o que pode influenciar sua decisão de investimento, segundo especialistas.

Já quando um código tem pouca ou nenhuma fluência cognitiva o investidor leva mais tempo para reconhecer o ativo e assimilar sua aplicação. É o caso da HGTX3, que é a ação da varejista Hering, ou da MYPK3, da fabricante de autopeças e equipamentos ferroviários Iochpe-Maxion

Navegue pelas fotos da galeria para descobrir quais os códigos de ações mais divertidos da Bolsa brasileira.

Tópicos: CSU, Tecnologia da informação, CSU Cardsystem, Empresas, Hering, Têxteis, Roupas, calçados e acessórios, Varejo, Iochpe-Maxion, Equipamentos, máquinas e peças, Localiza, Serviços diversos, Franquias, Empresas abertas, Marisa, Comércio, Minerva, Alimentos processados, Carnes e derivados, Time for Fun, Negócios de lazer e eventos