São Paulo - A OGX confirmou, em fato relevante enviado, na manhã desta quinta-feira, 31, à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que devido à sua situação financeira desfavorável entrou com o pedido de recuperação judicial, em conjunto com suas controladas, OGX Petróleo e Gás S.A., OGX International GmbH e OGX Austria Gmb.

"A administração da Companhia, no entanto, entende que, diante dos desafios decorrentes de sua situação econômico-financeira, tal medida é a mais adequada, neste momento, para a preservação da continuidade de seu negócio e proteção dos interesses da OGX e dos interesses de seus stakeholders", informou a empresa no fato relevante.

Tópicos: CVM, Empresas, OGpar -ex-OGX, Petróleo, gás e combustíveis, Indústria do petróleo