São Paulo - A Bovespa terminou o primeiro pregão da semana em alta, de olho no comportamento das bolsas asiáticas e europeias, já que Wall Street não funcionou em razão do feriado do Dia dos Presidentes.

Os dados mais fracos da balança comercial chinesa criaram expectativas por mais estímulos e isso impulsionou as ações. Commodities subiram e contribuíram para o movimento.

O Ibovespa terminou o dia com elevação de 0,72%, aos 40.092,89 pontos. Na mínima, marcou 38.808 pontos (estável) e, na máxima, 40.671 pontos (+2,17%).

No mês, acumula -0,77% e, no ano, perda de 7,51%. O giro financeiro totalizou R$ 4,900 bilhões, dos quais R$ 2,339 bilhões referem-se ao vencimento de opções sobre ações.

"A Bovespa ficou sem referência à tarde. Com as bolsas europeias e asiáticas fechadas e sem Wall Street, os investidores apenas administraram o tempo do pregão", comentou um profissional da mesa de renda variável.

Segundo ele, se não fosse o giro do exercício, o volume teria sido bem mais fraco.

O índice perdeu força nos ajustes finais, com Vale e Petrobras indo para as mínimas do dia. Esses papéis, no entanto, subiram todo o dia, ajudados pelas expectativas de que Pequim lance mão de medidas para estimular sua economia, revitalizadas depois da divulgação da balança comercial do país.

Vale ON terminou com ganho de 2,54% e Vale PNA, de 3,04%. BradesPar PN, acionista da empresa, também subiu, 3,35%.

O minério de ferro iniciou a semana com alta de 5,6% no mercado à vista chinês, cotado em US$ 45,6 a tonelada seca, marcando, assim, o maior valor da tonelada do insumo em 2016, de acordo com dados do The Steel Index.

Petrobras ON teve ganho de 1,90% e Petrobras PN, 1,57%. Na reta final da sessão, uma autoridade da Opep informou que os ministros da Rússia e da Arábia Saudita discutirão produção de petróleo em Doha. Venezuela e Nigéria também participarão do mesmo encontro.

Na Europa, os principais índices acionários subiram mais de 2% hoje.

Tópicos: Ações, Bolsas de valores, Bolsas, Bovespa, Europa, Ibovespa, Mercado financeiro, Ásia