São Paulo - O principal índice da Bovespa operava perto da estabilidade na manhã desta quinta-feira, quando investidores digeriam os resultados corporativos de companhias como Ambev, Gerdau e Embraer e os comentários da véspera do banco central norte-americano.

Às 10h24, o Ibovespa tinha variação negativa de 0,02 por cento, a 54.163 pontos, pressionado pela ação da Ambev, que caía 1,06 por cento, e impulsionado pela preferencial da Petrobras, que subia 1,05 por cento.

O mercado também estava de olho nas ações da OGX, cujas negociações estão suspensas até 11h após a endividada petroleira ter pedido recuperação judicial na véspera. As negociações serão liberadas normalmente após esse horário.

Ao final do pregão, a Bovespa vai realizar procedimento especial de negociação (call de fechamento) para determinação do preço de retirada da OGX dos índices de ações, entre eles o Ibovespa, deixando de integrá-los a partir de sexta-feira, 1º de novembro.

Tópicos: Bolsas de valores, Bovespa, Ibovespa, Mercado financeiro