Madri - A Espanha captou nesta terça-feira 4,576 bilhões de euros em emissões de títulos a 12 e 18 meses, com juros em baixa, depois das medidas de apoio às economias da Eurozona decididas pelo Banco Central Europeu (BCE).

Os títulos a 12 meses foram leiloados com juros de 2,835% (contra 3,070% na última operação similar de 21 de agosto) e os de 18 meses a 3,072% (3,335% em 21 de agosto).

O Banco da Espanha anunciou ainda nesta terça-feira que a taxa de inadimplência dos créditos bancários representava em julho quase 10% do total, um recorde histórico.

A taxa, principalmente de empréstimos imobiliários suscetíveis de não serem reembolsados, foi de 169,33 bilhões de euros, equivalentes a 9,86% do total.

Este é o maior índice desde o início da série estatística em 1962.

Tópicos: Crise, Crise econômica, Espanha, Europa, Piigs, Juros, Títulos públicos, Mercado financeiro