Milão/Londres - O principal índice de ações europeias quase 3 por cento nesta sexta-feira e fechou no menor patamar desde meados de dezembro de 2014, pressionado pelas perdas em ações de empresas relacionadas a commodities, com a BHP Billiton anunciando uma grande baixa contábil e os preços do petróleo abaixo de 30 dólares o barril.

O índice europeu FTSEurofirst 300 fechou em queda de 2,79 por cento, aos 1.297 pontos.

As ações da BHP Billiton caíram 6,4 por cento, a maior queda entre os componentes do FTSEurofirst 300, após a empresa informar uma baixa contábil no valor de seus ativos de petróleo não convencional (shale) nos Estados Unidos de 7,2 bilhões de dólares.

Isso consolidou as expectativas de que a empresa será forçada a cortar seus dividendos pela primeira vez em mais de 25 anos.

O índice de matérias-primas do STOXX 600 caiu 6,3 por cento, com os papéis da Rio Tinto, Glencore e Antofagasta também entre as maiores perdas.

O índice de ações do setor de petróleo e gás também foi pressionado, com queda de 3,8 por cento. Os preços da commodity caíam abaixo de 30 dólares o barril, com os mercados esperando mais oferta vinda do Irã.

Tópicos: Ações, Mineração, Siderurgia e metalurgia, BHP Billiton, Empresas, Bolsas de valores, Bolsas, FTSE, Mercado financeiro