São Paulo – O Ibovespa operava em queda de 2% nesta quinta-feira (07) acompanhando o movimento das bolsas ao redor do mundo. Por voltas das 12h10 quase todas as 61 ações do índice operavam em queda.

O desespero que toma conta do mercado é um reflexo da China. Hoje o mercado acionário da China despencou e teve o pregão mais curto de sua história de 25 anos, em meio à tolerância cada vez maior de Pequim com o enfraquecimento do iuane, que gera preocupações sobre eventuais novas fugas de capital e a saúde da segunda maior economia do mundo.

Por aqui, os papéis ligados as commodities tem as maiores quedas no Ibovespa. Nesta manhã, as ações preferencias da Gerdau Metalúrgica (GOAU4) caíam 7,8%, seguidas pelos papéis preferenciais da Vale (VALE5) e da Usiminas (USIM5), com quedas de mais de 6%. 

*Texto atualizado às 12h12

Tópicos: Ações, Ásia, China, Crise, Ibovespa, Mercado financeiro