Aguarde...

Fechamentos | 27/04/2012 14:05

Balanços corporativos positivos impulsionam índices

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou com avanço de 0,69 por cento, aos 1.051 pontos

David Brett, da

Getty Images

Bolsa de Frankfurt

Em Frankfurt: o índice DAX ganhou 0,91 por cento, para 6.801 pontos

Londres - Os principais índices europeus fecharam em alta nesta sexta-feira, com resultados de balanços corporativos favoráveis, como o do grupo de engenharia sueco Sandvik, que ajudaram a diminuir o peso de dados nos Estados Unidos abaixo das previsões e o rebaixamento da nota de crédito na Espanha.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou com avanço de 0,69 por cento, aos 1.051 pontos, apesar do cenário problemático da dívida na zona do euro, e que segue como uma barreira no caminho da recuperação da região.

No dia anterior, a agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou em dois níveis o rating de crédito soberano da Espanha, de "A" para "BBB+". A S&P disse acreditar que Madri também terá de prover suporte financeiro maior ao setor bancário espanhol.

Apesar da notícia negativa sobre o país, os mercados europeus acompanharam o forte avanço do índice madrilenho IBEX , que subiu 1,69 por cento, embora registre queda acumulada de 15 por cento no mês. "Você pode argumentar que muito disso (alta) é uma cobertura breve, mas as pessoas já estavam muito negativas sobre a Espanha e o IBEX antes", avaliou o estrategista de capital do Barclays Europa, Ed Shing.

Resultados corporativos robustos mantiveram o início positivo da temporada de balanços trimestrais para as empresas europeias, ajudando a conter dados sobre desaceleração no Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA.

Os grupos de engenharia suecos Sandvik e Atlas reportaram que ordens de compra atingiram níveis recorde no primeiro trimestre, com o aumento da demanda na indústria mais do que compensando a fragilidade desta no mercado asiático.

Em Londres: o índice Financial Times subiu 0,49 por cento, a 5.777 pontos.

Em Frankfurt: o índice DAX ganhou 0,91 por cento, para 6.801 pontos.

Em Paris: o índice CAC-40 avançou 1,14 por cento, a 3.266 pontos.

Em Milão: o índice Ftse/Mib subiu 1,85 por cento, para 14.778 pontos.

Em Madri: o índice Ibex-35 teve valorização de 1,69 por cento, a 7.145 pontos.

Em Lisboa: o índice PSI20 ganhou 1,07 por cento, para 5.169 pontos. 

Comentários  

Editora Abril

Copyright © Editora Abril - Todos os direitos reservados