São Paulo – Depois de perder durante a semana o patamar dos 53 mil pontos, o Ibovespa acabou se recuperando um pouco e terminou o período acima dos 54 mil pontos.

Ainda assim, com um dia a menos de operação pelo feriado de Corpus Christi na quinta-feira, o principal índice da bolsa terminou a semana com leve queda de 0,11%, cotado em 54.429 pontos. No ano, a bolsa acumula queda de 4,09%.

Confira as dez ações do Ibovespa que mais subiram e caíram nesta semana:

Empresa Ação Preço (R$) Variação %   Empresa Ação Preço (R$) Variação %
Marfrig MRFG3 9,6 10,09   Usiminas USIM5 7,69 -8,01
BM&FBovespa BVMF3 10,29 9,12   Usiminas USIM3 8,7 -6,15
Brasil Foods BRFS3 32,5 7,44   B2W BTOW3 5,49 -4,52
Hypermarcas HYPE3 11,14 7,12   OI OIBR4 7,65 -4,37
Hering HGTX3 42,2 6,84   Banco do Brasil BBAS3 19,22 -3,66
Gerdau GGBR4 16,8 6,8   Rossi RSID3 4,97 -3,5
Light LIGT3 24,95 6,22   Localiza RENT3 30,09 -2,94
Metatúrgica Gerdau GOAU4 20,9 6,04   GOL GOLL4 7,92 -2,34
MMX MMXM3 6,5 5,69   Brookfield BISA3 3,35 -2,33
Eletrobras ELET3 13,7 5,3   Santander SANB11 15,63 -2,31

Churrasco em alta

Marfrig e BR Foods se destacaram entre as altas nesta semana. “Como exportam, as empresas se beneficiam de um dólar valorizado e há também um ajuste técnico, pois as ações têm queda no ano”, afirma Daniela Bretthauer, analista da Raymond James.

As empresas também comunicaram nesta semana a conclusão da primeira fase de troca de ativos entre si. Foram transferidas da BRF para a Marfrig as unidades de Duque de Caxias (RJ) e Lages (SC) e dos Centros de Distribuição de Salvador (BA), Campinas (SP), Brasília (DF) e São José dos Pinhais (PR).

Daniela considera, porém, que o impacto dessa notícia é neutro para as ações, pois o anúncio já era esperado para o início de junho.

Para a Marfrig, a classificação é de underperform (desempenho abaixo do mercado) e para a BR Foods de Market perform (desempenho em linha com o mercado).

Usiminas sobe na sexta-feira, mas não escapa na semana

As ações da Usiminas (USIM3, USIM5) tiveram um folego – e forte alta – nesta sexta-feira, mas não foi suficiente para zerar a queda semanal da empresa.

Os papéis figuram há várias semanas entre os destaques de queda e foram inclusive a principal desvalorização no mês de maio.

Nesta quarta-feira, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que havia proibido a empresa de continuar comprando ações da Usiminas (USIM3, USIM5) em bolsa de valores, autorizou a Usiminas a realizar operações com os papéis da empresa.

A sexta-feira foi o primeiro pregão após a notícia e os papéis ON chegaram a subir mais de 9% durante o pregão, suficiente apenas para reduzir a desvalorização durante a semana.

B2W cai mais

A B2W é outra empresa que não é novidade entre os destaques de queda e terminou desta maneira mais uma semana.

A empresa anunciou uma emissão de 300 milhões de reais em debêntures, o que causa preocupações do mercado sobre a necessidade de capital que a empresa possa ter, conforme apontou Daniella Maia, analista da Ativa Corretora, em relatório.

Tópicos: Bolsas de valores, Bovespa