São Paulo - Confira as principais novidades do mercado nesta quarta-feira (2)

Vice-presidente do Facebook será solto em São Paulo

A Justiça Federal concedeu Habeas Corpus para soltar o vice-presidente do Facebook na América Latina, Diego Dzodan, segundo informações divulgadas pelo Bom Dia São Paulo, da Rede Globo. Dzodan foi preso ontem por “descumprimento de ordens judiciais, de requerimento de informações contidas na página do site Facebook". 

IR cobrado sobre remessas ao exterior cai a 6%

A alíquota do Imposto de Renda cobrada sobre remessas enviadas ao exterior será reduzida de 25% para 6%. Depois de mais de dois meses em discussão no Ministério do Turismo e da Fazenda, a presidente Dilma Rousseff assinou a Medida Provisória de redução do imposto sobre remessa de recursos a pessoa física ou jurídica residente no exterior para gastos pessoais de pessoas físicas residentes no Brasil.

AB InBev vende operação chinesa da SABMiller

A AB InBev, que pertence ao fundo 3G, que tem entre seus donos Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil, anunciou ter feito um acordo para vender a participação de 49% da SABMiller na China Resources Snow Breweries (CR Snow) à China Resources Beer. A transação deve movimentar US$ 1,6 bilhão. Segundo a AB InBev, a operação atende a exigências regulatórias do processo de aquisição da rival SABMiller.

Hillary e Trump lideram “Super Terça”

A pré-candidata democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump ganharam a disputa na rodada de prévias simultâneas, a Super Terça, em mais de dez estados norte-americanos. Republicanos e democratas realizam suas convenções nacionais em julho para formalizar seus respectivos candidatos à eleição presidencial de 8 de novembro.

Fevereiro foi o pior mês para a indústria automobilística em 9 anos

A indústria automobilística está com o pé no freio. Em fevereiro foram vendidos 146,8 mil veículos, número 21% menor que registrado no mesmo mês de 2015, de acordo com reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo. No bimestre, as vendas caíram  31,3% em relação aos dois primeiros meses do ano passado. Pessimistas, as montadoras estão cortando a produção e a GM está em negociação para demitir cerca de 1,5 mil funcionários.

Petrobras vai pagar R$ 7,3 bilhões por irregularidades fiscais

A Petrobras perdeu uma causa no Carf por deduções de despesas operacionais no Imposto de Renda entre 2007 e 2008 que deve custar R$ 7,3 bilhões à companhia. Segundo o Valor Econômico, a maior parte da multa se deve a um aporte de R$ 5,57 bilhões feito pela estatal ao fundo de previdência completar de seus funcionários, a Petros. A Petrobras deduziu esse montante de seu resultado financeiro e registrou como despesa operacional.

Grupo Bertin tenta reverter multa de R$ 3 bilhões com a JBS

O grupo Bertin tenta reverter uma multa de R$ 3,1 bilhões por irregularidades durante a fusão de suas operações no setor de carne com a JBS em 2009, segundo informações publicadas pela Folha de S. Paulo. A multa, aplicada pela Receita Federal, está no Carf desde agosto de 2015. A Receita afirma que a troca de ações entre as companhias rendeu R$ 3,1 bilhões ao fundo Bertin FIB(criado para a operação) e que esse valor não foi tributado.

Estrangeiros podem ter participação de até 49% em aéreas

A presidente Dilma Rousseff assinou uma medida provisória ampliando de 20% para 49% o limite de participação estrangeira no capital das companhias aéreas brasileiras. O envio da proposta ao Congresso Nacional será publicado no Diário Oficial da União desta quarta. A medida visa ampliar a capacidade de investimento das empresas, num momento em que o governo quer garantir o aumento da oferta dos serviços no setor aéreo.

Dividendos de estatais devem cair R$ 3,8 bi, estima governo

A equipe econômica do governo reduziu em R$ 3,8 bilhões a estimativa de dividendos federais em 2016. A previsão de dividendos que as estatais repassam ao Tesouro Nacional caiu de R$ 16,2 bilhões para R$ 12,4 bilhões. No caso das estatais federais, o Tesouro Nacional, principal acionista dessas companhias, fica com a maior parte dos dividendos.

Eletrobras estima investimentos de R$ 13,16 bilhões em 2016

A estatal elétrica Eletrobras afirmou que prevê investimentos totais de R$ 13,161 bilhões em 2016, sendo que R$ 10,478 bilhões serão aportes próprios. Estão previstos R$ 4,5 bilhões em investimentos próprios para a área de geração; R$ 1,31 bilhão à transmissão e R$ 1,34 bilhão voltados para distribuição.

S&P corta rating da Natura

A agência de classificação de risco Standard & Poor's cortou o rating da empresa de cosméticos Natura de "BBB" para "BBB-", segundo o jornal Valor Econômico. Segundo a agência, o corte reflete a economia fraca e aumento da competição no setor de cosméticos. Impostos mais altos e menor renda dos consumidores impedem que a Natura suba muito os preços, segundo avaliação da S&P.

Tópicos: Companhias aéreas, Dividendos, Mercado financeiro, Dívida pública, Eleições americanas, Eletrobras, Empresas, Estatais brasileiras, Energia elétrica, Holdings, Empresas estatais, Serviços, Facebook, Redes sociais, Internet, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Empresas de internet, JBS, Carnes e derivados, Empresas abertas, Empresas brasileiras, Natura, Indústrias em geral, Indústria de cosméticos, Petrobras, Capitalização da Petrobras, Petróleo, gás e combustíveis, Indústria do petróleo, Standard & Poor's, Agências de rating