São Paulo - Confira as principais novidades do mercado nesta quinta-feira (25)

Vale tem prejuízo R$ 44,213 bilhões em 2015

Com a queda no preço do minério de ferro, a mineradora Vale teve um prejuízo líquido de R$ 44,21 bilhões em 2015, ante um lucro de R$ 95milhões de 2014. De outubro a dezembro do ano passado, o prejuízo foi de R$ 33,15 bilhões – perda sete vezes maior que a registrada no mesmo período de 2014.

Rede Accor quer marcar presença na América Latina

A rede hoteleira Accor quer dobrar sua presença na América Latina. O plano de expansão prevê que o número de operações na região passe de 266 (253 delas no Brasil) para 500 (400 no país) até 2020. Desses novos empreendimentos, 196 já estão em fase de desenvolvimento.

Ambev registra lucro de R$ 4,259 bilhões no último trimestre de 2015

A gigante de bebidas Ambev teve lucro líquido de RS 4,25 bilhões no quarto trimestre de 2015. O resultado representa uma queda ante os R$ 4,65 bilhões no mesmo período de 2014.

Senado aprova mudança na atuação da Petrobras no pré-sal

O Senado aprovou nesta quarta-feira o projeto que desobriga a Petrobras de ser a operadora única e de ter participação mínima de 30 por cento nos consórcios formados para as explorações do petróleo da camada do pré-sal. A proposta agora segue para a Câmara dos Deputados. Se for aprovada, a estatal terá preferência para ser operadora em todos os projetos, mas não mais a obrigação, como na lei em vigor atualmente.

Banco do Brasil lucra R$ 2,5 bilhões no quarto trimestre

Banco do Brasil registrou R$ 2,512 bilhões de lucro líquido no quarto trimestre de 2015. O lucro denota uma queda ante os R$ 2,959 bilhões anotados no mesmo período de 2014.

Após acusações, Eletrobras cria diretoria de Governança

O Conselho da Eletrobras aprovou a criação de uma diretoria de Governança, Gestão de Risco e Conformidade. A medida vem em um momento em que a empresa é acusada por procuradores de esquema de corrupção, com pagamento de propinas em obras como a hidrelétrica de Belo Monte e as usinas de Angra 3 já tendo sido citados por delatores. O ex-presidente da subsidiária Eletronuclear, Othon Luiz Pinheiro é acusado de receber propina de R$ 4,5 milhões e está preso.

Porto de Santos e de Itaqui vão receber R$ 438 milhões

Segundo informações da Folha de S. Paulo, os portos de Santos, em SP, e de Itaqui, no MA, vão receber R$ 438 milhões em investimentos entre 2016 e 2018. O consórcio responsável pelo Tegram (Terminal de Grãos do Maranhão) vai investir R$ 130 milhões e pretende embarcar 4,5 milhões de toneladas de grãos pelo porto. Já em Santos, a Rumo Logística prevê uma injeção de R$ 308 milhões até o final de 2018.

Lucro da Telefônica Brasil cai 10,7% no 4º trimestre

A Telefônica Brasil teve lucro líquido de 1,115 bilhão de reais no quarto trimestre, o que representa uma queda de 10,7% sobre o mesmo período de 2014. O resultado foi impactado, principalmente, por menor volume de juros sobre o capital próprio, disse a companhia. A receita de internet móvel avançou 52,9%, e acessos de TV por assinatura cresceram 9,7%.

Multiplan lucra R$137,7 milhões no 4º trimestre

A administradora de shopping centers Multiplan teve lucro líquido de 137,7 milhões de reais no quarto trimestre, alta de 10,9% na comparação anual, informou a empresa. No ano, o lucro caiu 1,6% sobre 2014, a 362,2 milhões de reais, pressionado pela diminuição de receita de venda de imóveis (-89,3%) e o crescimento de 18,4% das despesas financeiras.

Lucro líquido da HP cai a US$ 592 mi no primeiro trimestre

A HP Inc., antiga Hewlett-Packard, registrou lucro líquido de US$ 592 milhões (US$ 0,33 por ação) no primeiro trimestre fical, encerrado em 31 de janeiro. O resultado ficou bastante abaixo do contabilizado um ano antes, quando os ganhos foram de US$ 1,37 bilhão (US$ 0,73 por ação). A receita recuou de US$ 13,86 bilhões para US$ 12,25 bilhões no período. A expectativa era de faturamento de US$ 12,2 bilhões.

Tópicos: Empresas, Accor, Empresas francesas, Hotelaria, Ambev, Bebidas, Bebidas e fumo, Empresas belgas, Empresas abertas, Balanços, Banco do Brasil, Bancos, Empresas brasileiras, Corrupção, Escândalos, Fraudes, Eletrobras, Estatais brasileiras, Energia elétrica, Holdings, Empresas estatais, Serviços, HP, Empresas americanas, Empresas de tecnologia, Lucro, Mercado financeiro, Multiplan, Shopping centers, Imóveis comerciais e shoppings, Petrobras, Capitalização da Petrobras, Petróleo, gás e combustíveis, Indústria do petróleo, Infraestrutura, Portos, Transportes, Prejuízo, Pré-sal, Resultado, Gestão, Senado, Política no Brasil, Telefônica, Telecomunicações, Empresas espanholas, Vale, Siderúrgicas, Mineração