Moody’s anuncia ratings do BMG após joint-venture

O rating de força financeira de banco é de “D-“, com perspectiva negativa

São Paulo – A agência de classificação de risco Moody’s divulgou nesta sexta-feira as notas que atribuiu ao Banco BMG, após o anúncio da joint-venture com o Itaú Unibanco. O rating de força financeira de banco é de “D-“, o de depósito de curto prazo em escala global em moeda local e estrangeira, “Not Prime”. Já o rating de longo prazo em escala global em moeda estrangeira e local é “Ba3”.

Quanto aos ratings de dívida sênior e subordinada de longo prazo em moeda estrangeira são Ba3 e B1. Os de depósito de curto e longo prazo na escala nacional, A3 e BR-2. A perspectiva das notas é negativa. “A perspectiva negativa dos ratings reflete as preocupações da Moody’s em relação à transição da franquia em um mercado mais competitivo”, explicou a agência, em comunicado.

“A Moody’s observa que as preocupações relacionadas com a redução da principal atividade do BMG conforme o novo banco assuma a operação de consignado é mitigada pela expectativa de que a nova venture oferecerá oportunidades para crescimento de empréstimos e geração de receitas”, disse a agência.