Dólar R$ 3,18 0,40%
Euro R$ 3,72 0,05%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 2,01% 70.011 pts
Pontos 70.011
Variação 2,01%
Maior Alta 8,58% CMIG4
Maior Baixa -1,11% MRFG3
Última atualização 22/08/2017 - 17:20 FONTE

IPO de seguradora pode render US$ 1,4 bi a RBS

A precificação da oferta inicial pôs o valor de mercado da Direct Line, a maior seguradora de veículos do Reino Unido, em 2,63 bilhões de libras

Londres – O Royal Bank of Scotland (RBS) deve levantar 905 milhões de libras (US$ 1,45 bilhão) com a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de sua seguradora Direct Line, como parte de um esforço de longo prazo para se livrar da ajuda do governo britânico.

A precificação da oferta inicial pôs o valor de mercado da Direct Line, a maior seguradora de veículos do Reino Unido em número de clientes e receita, em 2,63 bilhões de libras, em linha com a expectativa dos analistas e fazendo desta a maior operação do gênero em Londres em 17 meses.

Os recursos da operação irão para o caixa do RBS. A oferta renderá inicialmente 787 milhões de libras, com a quantia subindo posteriormente para 905 milhões de libras após o exercício de um lote adicional de ações.

O diretor de finanças do RBS, Bruce Van Saun, classificou o IPO de “importante marco no plano de reestruturação do banco”, após a instituição ser assumida pelo governo em 2008.

Em 2009, a Comissão Europeia determinou que o RBS vendesse a Direct Line como precondição para o banco receber 45,2 bilhões de libras em injeções de capital do governo britânico.

Após o IPO, o RBS continuará com uma participação de 65,3% na Direct Line. No entanto, para cumprir a decisão da comissão, o banco terá de reduzir sua fatia para menos de 50% até o fim do ano que vem e sair totalmente da seguradora até o fim de 2014. As informações são da Dow Jones.