Índice Bovespa mantém alta seguindo mercados externos

São Paulo – A Bovespa operava em alta na manhã desta segunda-feira, seguindo o comportamento das bolsas externas, apesar da ausência de indicadores nos Estados Unidos e de novidades no encontro entre os líderes da Alemanha e França.

Às 12h45, o Ibovespa tinha alta de 0,53 por cento, a 58.909 pontos. O giro financeiro da sessão era de 935 milhões de reais.

Em Nova York, o índice Dow Jones tinha estabilidade, enquanto na Europa o índice FTSEurofirst perdia 0,2 por cento. “A sessão é de poucas notícias; a Bovespa acompanha o mercado externo.

No início do dia (os investidores) aguardavam o encontro entre Merkel e Sarkozy, mas eles não falaram nada novo”, disse o economista Pedro Paulo da Silveira, da Tov corretora. O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse nesta segunda-feira que ele e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, querem que os membros da União Europeia encerrem as negociações sobre um novo tratado nos próximos dias para que possa ser assinado em 1º de março.

Entre as ações do Ibovespa, Santander era destaque positivo, com ganhos de 2,1 por cento, a 15,41 reais, após seu controlador aumentar o nível de capital, e com o anúncio de transferência de recibos de ações (ADRs) do banco brasileiro para a matriz. Na outra ponta, Brasil Foods caía 2,1 por cento, a 35,81 reais, após o banco J.P.Morgan reduzir sua indicação para a ação de “overweight” (quando espera um desempenho acima da média do mercado) para “neutra” (média do mercado).

Entre as blue chips, a preferencial da Vale subia 0,23 por cento, a 39,55 reais, enquanto a da Petrobras tinha cedia 0,13 por cento, a 22,30 reais.