Índice acionário britânico FTSE 100 fecha 2016 em nível recorde

FTSE 100 saltou 14,4 por cento em 2016, superando os principais índices europeus por uma grande margem

Londres – O índice de blue-chips FTSE 100 do Reino Unido fechou 2016 em nível recorde nesta sexta-feira, com uma forte alta nas ações do setor de mineração e a queda acentuada da libra após o choque do Brexit impulsionar o mercado.

O índice fechou nesta sexta-feira com alta de 0,3 por cento, na máxima de 7.142 pontos, superando o recorde anterior de 7,129 de outubro deste ano.

O FTSE 100 saltou 14,4 por cento em 2016, superando os principais índices europeus por uma grande margem.

Analistas disseram que a queda acentuada da libra ajudou as empresas no índice voltadas para a exportação, que geram uma grande parcela de suas receitas em dólares.

A alta do FTSE também está relacionada com a forte alta no subíndice de mineração, que saltou 101,5 por cento em 2016 com preços mais fortes de metais e expectativas de que o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, irá manter sua promessa eleitoral de aumentar as despesas em infraestrutura no país.