Ibovespa sobe 0,78% puxado por ações de commodities

Alta de commodities, queda do dólar e expectativa de corte de juros no Brasil estiveram entre os argumentos dos investidores para as compras

São Paulo – A Bovespa teve um pregão de altas nesta quinta-feira, 5, apoiadas em um fatores favoráveis nos cenários interno e externo.

Alta de commodities, queda do dólar e expectativa de corte de juros no Brasil estiveram entre os argumentos dos investidores para as compras.

Com isso, o Índice Bovespa subiu 0,78% e reconquistou o patamar dos 62 mil pontos (62.070,98), no qual não operava desde o final de novembro. O volume de negócios cresceu em relação à véspera e totalizou R$ 7,01 bilhões.

Depois de uma manhã mais fraca – com alta máxima de 0,49%-, as ações ganharam maior tração no período da tarde, quando o Ibovespa chegou a avançar 1,33%.

Com o cenário político doméstico esvaziado, os investidores continuaram a concentrar as atenções em indicadores econômicos e perspectivas para o futuro próximo.

Roberto Indech, analista da corretora Rico, afirma que as altas das ações foram influenciadas por fatores internos, externos e, em alguns casos, por uma combinação entre dos dois.

Outro fator importante, comum à Bolsa de maneira geral, foi a manutenção das apostas em um corte de juros mais pronunciado na próxima reunião do Copom, na semana que vem.

“O mercado brasileiro acompanhou o desempenho das ações no exterior, mas teve uma dinâmica um pouco diferente, influenciada por questões internas. Foi o caso dos papéis da Petrobras, que subiram mais que seus pares, refletindo a alta do petróleo, mas também a expectativa de reajuste de combustíveis”, disse o analista. Os papéis da estatal petrolífera brasileira avançaram durante todo o dia e terminaram o pregão com ganhos de 2,25% (ON) e 1,61% (PN).

Os papéis da cadeia do aço também refletiram fatores externos e internos. De carona na alta de 1,2% do minério de ferro no mercado chinês, as ações da Vale chegaram a subir mais de 5% e terminaram o dia com ganhos de 3,81% (ON) e de 4,74% (PNA).

As siderúrgicas subiram repercutindo os anúncios de reajustes no setor e expectativa de novos aumentos no futuro. Gerdau PN disparou 7,08% e liderou as altas do Ibovespa, com notícia de possível venda de ativos.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s