GM supera Tesla e volta a ser montadora mais valiosa dos EUA

Queda nas ações da empresa de Elon Musk fez com que GM voltasse à primeira posição das fabricantes de veículos com maior valor de mercado

São Paulo — A General Motors voltou a ser a fabricante de veículos mais valiosa dos Estados Unidos, depois de superar a Tesla — que ocupava o posto há pouco mais de três meses. 

De acordo com a Bloomberg, a GM valia em torno de 52,7 bilhões de dólares nesta manhã, cerca de 2 bilhões a mais do que a empresa de Elon Musk. Em termos gerais, o valor de mercado de uma companhia é dado pela soma do valor de todas as suas ações.

A Tesla viu seus papéis acumularem perdas de mais de 10% nesta semana, depois de uma série de acontecimentos. A companhia reportou problemas com a fabricação de baterias, que afetaram o ritmo de produção dos carros de luxo. No segundo trimestre, a empresa produziu 22 mil veículos, menos que os 23.655 esperados por analistas.

Depois, Elon Musk anunciou a montagem do primeiro carro da Tesla voltado ao mercado intermediário, o Model 3 — mas com um cronograma diferente do que era esperado pelos investidores.

Para azedar ainda mais a situação, a Volvo anunciou que, a partir de 2019, todos os seus novos veículos serão completamente elétricos ou híbridos, aumentando a concorrência no mercado.

Nesta sexta-feira, as ações da Tesla tentam uma recuperação, com altas em torno de 1%, a 312 dólares. Os ganhos, no entanto,  não são suficientes para compensar a derrocada dos últimos dias — e a perda do posto de montadora mais valiosa.

Veja também