Gafisa dispara após vender fatia da Tenda (e desistir de IPO)

IPO da Tenda era esperado para a próxima sexta-feira (16); mudança de planos agradou os investidores

São Paulo — As ações da Gafisa dispararam nesta quarta-feira (14), depois que a companhia anunciou o cancelamento do IPO (oferta inicial de ações, na sigla em inglês) da Tenda, empresa na qual exerce o controle. Durante a manhã, os papéis ordinários da Gafisa chegaram a subir 5% e eram cotados a 2,07 reais, cada um, na máxima do dia.

A precificação das ações da Tenda estava programada para hoje e as primeiras negociações em bolsa começariam já na próxima sexta-feira (16). Em comunicado ao mercado, a Gafisa informou a desistência do IPO alegando condições de mercado desfavoráveis.

Também nesta quarta, o conselho de administração da Gafisa aceitou a proposta de compra de até 30% das ações da Tenda pelo Jaguar Growth Asset Management, gestora norte-americana focada em investimentos imobiliários em países emergentes.

De acordo com as condições do contrato, cada papel será vendido a 8,13 reais. O negócio avalia a Tenda em 539,02 milhões de reais e prevê o pagamento de 50 milhões de reais até o final de 2018 e o restante até o fim de 2019.