Dólar R$ 3,14 -1,22%
Euro R$ 3,71 0,05%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 0,67% 70.478 pts
Pontos 70.478
Variação 0,67%
Maior Alta 7,42% GOAU4
Maior Baixa -1,99% SMLE3
Última atualização 23/08/2017 - 17:21 FONTE

Dow Jones tem máxima recorde e se aproxima dos 22 mil pontos

O Dow Jones subiu 0,33% a um fechamento recorde de 21.963 pontos; o S&P 500 ganhou 0,24% a 2.476 pontos, e o Nasdaq avançou 0,23% a 6.362 pontos

O índice Dow Jones registrou o quinto fechamento recorde consecutivo nesta terça-feira e se aproximou da marca de 22 mil pontos, impulsionado pelo Goldman Sachs, JPMorgan Chase e outros bancos.

O Dow Jones subiu 0,33 por cento a um fechamento recorde de 21.963 pontos. O S&P 500 ganhou 0,24 por cento a 2.476 pontos, enquanto o Nasdaq Composite avançou 0,23 por cento a 6.362 pontos.

A Apple subiu 0,89 por cento à medida que Wall Street aguardava os resultados trimestrais da maior companhia de capital aberto após o fechamento, com a fabricante de iPhones devendo registrar uma alta de 6 por cento na receita, segundo expectativas de analistas.

O índice de tecnologia da informação do S&P 500 registra alta de 22 por cento no acumulado do ano, puxando outros setores.

O Dow subiu 11 por cento até agora em 2017, ainda que Wall Street esteja perdendo confiança de que o presidente Donald Trump e o Congresso controlado por republicanos cortarão impostos e aumentarão os gastos de infraestrutura neste ano.

“O mercado pega o bom e imediatamente desconta o ruim”, disse Jake Dollarhide, presidente da Longbow Asset Management. “É uma realização, dado que tudo isso tem acontecido com o cenário de zero progresso em Washington.”

Com dois terços das companhias do S&P 500 tendo reportado os resultados do segundo trimestre, 72 por cento superaram as expectativas de Wall Street, segundo a Thomson Reuters. Em um trimestre normal, 64 por cento das companhias superam expectativas.