CVM extingue papel e adota processos 100% eletrônicos

A partir de hoje, Sistema Eletrônico de Informações será o único canal para abrir processos na CVM

Rio – A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) começou 2017 abolindo o papel de seus processos administrativos. A partir desta segunda-feira, 2, o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) será o único canal de abertura de processos na instituição.

A coordenadora da Seção de Documentação, Elizabeth Feitosa, disse em nota que o objetivo da CVM ao excluir o papel como suporte físico dos processos é garantir mais segurança, celeridade, eficiência e transparência nos trâmites.

A medida faz parte das metas do Plano Estratégico 2013-2023 da CVM, que prevê a adoção de técnicas de gerenciamento e otimização de processos, que devem ser constantemente mapeados, padronizados e preponderantemente eletrônicos.