Bolsa tem queda assustadora com Dilma reeleita

O Ibovespa deve chegar entre 42 mil pontos e 45 mil pontos até o final de semana, segundo analistas

São Paulo – O Ibovespa registrava queda de 6,2% nesta segunda-feira, aos 48.722 pontos.

O mercado repercute a reeleição de Dilma Rousseff (PT), que teve 51,64% dos votos, enquanto Aécio Neves (PSDB) teve 48,36%.

Os papéis preferenciais da Petrobras registravam perdas de 13%, enquanto a ações ordinárias do Banco do Brasil caiam 12% e as preferenciais da Eletrobras perdiam 10%.

Para o estrategista da AZ FuturaInvest, Adriano Moreno, o Ibovespa deve cair até 45 mil pontos nos próximos dias.

“Esta baixa é o susto com a reeleição. Mas o governo deve sinalizar mudanças, o que trará uma perspectiva mais positiva”, afirma Moreno

Já um analista que não quis ser identificado afirmou que o Ibovespa deve corrigir para pelo menos 42 mil pontos até o fim da semana.

“Se a Dilma não se pronunciar ao mercado, a situação pode ser igual 2002, com uma queda ainda maior”, projeta o analista.