Brent sobe com incertezas diante de morte do rei saudita

Rei Abdullah bin Abdulaziz morreu nesta sexta-feira e seu irmão Salman tornou-se rei do maior exportador de petróleo do mundo

Londres – O petróleo Brent subia nesta sexta-feira após a morte do rei da Arábia Saudita, que acrescenta mais incertezas para o mercado de petróleo, que perdeu mais da metade do seu valor nos últimos seis meses.

O rei Abdullah bin Abdulaziz morreu cedo nesta sexta-feira e seu irmão Salman tornou-se rei do maior exportador de petróleo do mundo.

A televisão estatal saudita disse que o rei Salman tem a intenção de manter no cargo o ministro do petróleo Ali al-Naimi, o que sugere que a política petrolífera do país permanecerá inalterada.

Harry Tchilinguirian, estrategista sênior de petróleo do BNP Paribas, disse que não espera nenhuma mudança na política de petróleo saudita.

“O rei Salman já estava envolvido na definição de políticas antes de se tornar rei”, disse Tchilinguirian.

“Então, a partir dessa perspectiva, se ele ajudou a definir a agenda, ele vai manter essa agenda.” O petróleo Brent subia 0,73 dólar, para 49,25 dólares por barril, por volta de 11h07 (horário de Brasília), enquanto o petróleo nos Estados Unidos caía 0,04, para 46,27 dólares por barril, no mesmo horário.