Dólar R$ 3,27 0,13%
Euro R$ 3,64 0,23%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa -0,51% 63.761 pts
Pontos 63.761
Variação -0,51%
Maior Alta 3,64% FIBR3
Maior Baixa -2,44% CIEL3
Última atualização 29/05/2017 - 17:21 FONTE

Bovespa sobe com expectativas por medidas econômicas

Bovespa operava em alta com expectativa de avanço das medidas econômicas no Brasil

São Paulo – A bolsa paulista via seu principal índice no azul na manhã desta segunda-feira, em meio a expectativas de avanços de medidas econômicas em Brasília e com os ganhos da Petrobras e do Itaú Unibanco entre as principais influências positivas.

Às 11:50, o Ibovespa subia 1,01 por cento, a 61.723,75 pontos. O giro financeiro era de 1,94 bilhão de reais.

A expectativa é que o primeiro turno da votação na Câmara dos Deputados da medida que limita o crescimento dos gastos à inflação do ano anterior aconteça ainda nesta segunda-feira.

“Todas as ações de primeira linha estão se beneficiando dessa expectativa pela aprovação da PEC”, disse o gerente de renda variável da H.Commcor, Ari Santos.

O tom positivo em Wall Street, onde o S&P 500 subia 0,7 por cento, também corroborava o bom humor na bolsa paulista.

Destaques

– PETROBRAS PN avançava 2,9 por cento enquanto PETROBRAS ON subia 3,7 por cento, em sessão marcada por ganhos nos preços do petróleo , que subiam a máximas em mais de um ano.

– ITAÚ UNIBANCO ganhava 1 por cento, após o banco anunciar a compra dos negócios de varejo do Citigroup no Brasil por 710 milhões de reais. O acordo é considerado estrategicamente positivo pelos analistas do UBS, uma vez que aumenta a exposição do Itaú ao segmento de alta renda.

– VALE PNA subia 3,2 por cento e VALE ON avançava 3,1 por cento, em sessão de ganhos nas commodities. O preço do minério de ferro para entrega imediata no porto de Tianjin subiu nesta sessão.

– USIMINAS ganhava 2,1 por cento e GERDAU avançava 0,5 por cento, embora o JP Morgan tenha cortado a recomendação para as duas empresas. No caso da Usiminas, o JP cortou a recomendação do papel para underweight, ante neutro. Já no caso da Gerdau, a mudança foi para neutro ante overweight, embora tenha elevado o preço-alvo para 11 reais frente a 8 reais.

– TELEFÔNICA BRASIL PN caía 6,5 por cento, a maior baixa do Ibovespa. Como pano de fundo estava a mudança no comando da empresa, após o anúncio da saída de Amos Genish, que renunciou ao cargo de presidente-executivo e sua substituição por Eduardo Navarro de Carvalho, no início de 2017. Para alguns investidores, a troca gera receios sobre riscos de sucessão.

*Atualizada às 12h01