Bovespa segue Nova York no final do pregão e cai 0,37%

O índice Bovespa fechou em baixa de 0,37%, na mínima pontuação do dia, de 61.194,09 pontos.

São Paulo – A Bolsa de Valores de São Paulo operou em alta na maior parte da sessão hoje, mas, no período vespertino, foi perdendo o vigor e, perto do fechamento, virou para baixo. Esse movimento acompanhou o recuo das Bolsas norte-americanas, que cederam depois da entrevista do presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke.

O índice Bovespa fechou em baixa de 0,37%, na mínima pontuação do dia, de 61.194,09 pontos. Na máxima do pregão, atingiu 61.859 pontos (+0,71%). No mês, o índice acumula perda de 5,30% e, no ano, queda de 11,70%. O giro financeiro totalizou R$ 5,228 bilhões. Os dados são preliminares.

Depois que o parlamento grego deu um voto de confiança ao novo gabinete do primeiro-ministro George Papandreou, as atenções dos investidores se voltaram para a reunião do Fed e a entrevista coletiva de Ben Bernanke. Em seu encontro de hoje, o banco central americano decidiu manter a taxa de juros do país entre zero e 0,25% ao ano e confirmou que vai encerrar no dia 30 de junho seu programa de compra de títulos, de US$ 600 bilhões, tudo conforme o esperado pelos especialistas.

No comunicado, a autoridade monetária dos EUA informou que a recuperação da economia americana continua em ritmo moderado, embora “de modo mais lento” do que o previamente esperado, e os indicadores sobre o mercado de trabalho têm sido mais fracos do que o antecipado, em comparação com o encontro de abril.

O Fed também rebaixou projeções para a economia dos EUA, mas o que os especialistas não gostaram mesmo foi da avaliação de Bernanke de que o risco de contágio da Grécia na economia norte-americana é significativo, caso a moratória seja declarada.


No final do pregão em Nova York, o índice Dow Jones terminou em queda de 0,66%, aos 12.109,67 pontos, o S&P-500 recuou 0,65%, aos 1.287,14 pontos, e o Nasdaq perdeu 0,67%, aos 2.669,19 pontos. Na Europa, os principais índices do mercado de ações da Europa fecharam em leve queda.

No Brasil, falta dinheiro novo e os negócios têm sido pautados pela troca de ações em carteira. A alta das commodities no mercado externo influenciou os papéis das empresas de matérias-primas, entre elas as blue chips Vale e Petrobras, com maior peso no índice. Isso ajudou a minorar a queda da Bolsa na comparação com o exterior.

Vale ON subiu 0,33% e Vale PNA ganhou 0,46%. Nos ajustes finais, Petrobras ON virou e caiu 0,16%, mas Petrobras PN ganhou 0,09%. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), o contrato futuro do petróleo para agosto ficou 1,32% mais caro, a US$ 95,41 o barril.