Dólar R$ 3,15 -1,03%
Euro R$ 3,70 0,04%
SELIC 9,25% ao ano
Ibovespa 1,09% 68.715 pts
Pontos 68.715
Variação 1,09%
Maior Alta 4,27% BBSE3
Maior Baixa -2,04% JBSS3
Última atualização 18/08/2017 - 17:20 FONTE

Bolsas europeias sobem puxadas por bancos e G8

Londres – As bolsas europeias fecharam o dia em alta, puxadas pelas ações de bancos e por declarações de líderes do G-8 (grupo dos países mais ricos do mundo) de que a recuperação da economia global está ganhando força. O índice Stoxx Europe 600 subiu 0,7%, para 279,05 pontos. Na semana, porém, o índice acumulou queda de 0,2%.

As nações do G-8 disseram que a recuperação econômica “está se tornando mais autossustentável”, apesar de terem alertado que os riscos de desaceleração permanecem. O índice FT-100, da Bolsa de Londres, subiu 0,98%, para 5.938,87 pontos. Na semana, o indicador teve queda de 0,16%.

O índice DAX, da Bolsa de Frankfurt, avançou 0,69%, para 7.163,47 pontos, e encerrou a semana em baixa de 1,42%. O CAC-40, da Bolsa de Paris, avançou 0,86%, para 3.950,98 pontos, acumulando queda de 1% na semana. No setor bancário, Crédit Agricole (alta de 3,4%), BNP Paribas (2,3%), Société Générale (1,4%), Lloyds Banking Group (2,8%) e Deutsche Bank AG (1,8%) fecharam o dia em alta.

As ações da Essar Energy subiram 5,3%, após o Deutsche Bank dizer que o negócio da empresa de petróleo está “materialmente subvalorizado” e reiterar sua recomendação de compra dos papéis da companhia. Outro destaque de alta foram as ações do Dexia, que avançaram 4,8%, após o banco belga anunciar que vai acelerar seu plano de reestruturação. Fora do setor financeiro, as ações do Burberry Group subiram 2,4%, recuperando-se um pouco das perdas observadas ontem, enquanto LVMH Moet Hennessy Louis Vuitton subiu 1,6%.

Entre os mercados periféricos, o índice Ibex-35 de Madri fechou o dia em alta de 0,57%, aos 10.261,20 pontos. O PSI-20 de Lisboa subiu 0,10%, para 7.638,62 pontos. O FTSE MIB de Milão avançou 0,79%, para 20.830,87 pontos. O índice ISEQ, da Bolsa de Dublin, avançou 1,4%, para 2.967,55 pontos, conduzido pela alta de 3,4% do Bank of Ireland. As informações são da Dow Jones.