Bolsas europeias fecham em queda com dado da Alemanha

O índice de confiança de empresas alemãs, do instituto IFO, caiu a 103,2 em outubro, de 104,7 em setembro, ficando abaixo da expectativa dos analistas, de 104,5

Londres – As principais bolsas europeias fecharam em queda, depois de o índice de confiança das empresas alemãs do instituto IFO reforçar as preocupações quanto à perspectiva da economia da zona do euro.

O índice de confiança do instituto IFO caiu a 103,2 em outubro, de 104,7 em setembro, ficando abaixo da expectativa dos analistas, de 104,5; outubro foi o sexto mês consecutivo de quedas no índice.

“A perspectiva para a economia alemã se deteriorou novamente”, comentou o presidente do IFO, Hans-Werner Sinn.

As ações do setor financeiro abriram em alta, em reação ao resultado dos testes de estresse dos bancos europeus, divulgado neste domingo.

Os investidores mostraram dúvidas sobre se o resultado vai levar a uma retomada da concessão de crédito na zona do euro.

“Devemos acreditar na retórica do Banco Central Europeu (BCE), de que essa foi uma análise robusta, e de que podemos deixar para trás os problemas do setor bancário. Eu continuo cético”, disse Julian Chillingworth, da Rathbones.

As ações do banco Monte dei Paschi di Siena, um dos reprovados no teste de estresse, caíram 21,50%; as do Intesa Sanpaolo recuaram 3,14%; as do Société Générale caíram 2,8%; as do BNP Paribas recuaram 1,3% e as do Santander perderam 2,49%.

O índice FT-100, da bolsa de Londres, fechou em queda de 25,27 pontos (0,40%), em 6.363,46 pontos.

O Xetra-DAX, da bolsa de Frankfurt, fechou em queda de 85,19 pontos (0,95%), em 8.902,61 pontos.

O CAC-40, da bolsa de Paris, recuou 32,16 pontos (0,78%), para fechar em 4.096,74 pontos.

O FT-Mib, da bolsa de Milão, caiu 467,01 pontos (2,40%) e fechou em 19,028,67 pontos.

O Ibex-35, da bolsa de Madri, perdeu 144,10 pontos (1,39%), para 10.195,20 pontos.

O PSI-20, da bolsa de Lisboa, caiu 44,26 pontos (0,86%), para 5.128,20 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.